#01

Marcos
Cerutti

“O pão é a tradução
mais pura da alma
de quem o sovou”.

As palavras são de Marcos Cerutti, economista que deixou a carreira de executivo na empresa da família e foi aprender algo completamente novo: fazer pão.

Foi há 7 anos, quando descobriu que seria pai, que começou a se questionar sobre sua vida e o exemplo que seria para seu filho. Com o apoio da esposa, Juliana Estrela, trocou a estabilidade financeira e a rotina de 12 a 14 horas de trabalho por dia por uma nova aventura. A intenção era buscar um dia a dia mais prazeroso e mostrar para o mundo que a felicidade pode estar em coisas mais simples.

“Não quero ser padeiro de pão, quero fermentar sonhos, quero vender contos de fada”.

Ele estudou na Itália e nos EUA e se tornou um dos poucos especialistas da fermentação natural do Brasil. Seus pães são feitos de forma totalmente artesanal, com farinha italiana 100% natural e sem nenhum tipo de conservante ou aditivo. A comercialização é consequência, jamais meta, conta ele.

“Meu negócio é diferente.
É sobre encantar outras almas e mostrar que nem tudo é correria, que
as coisas devem
ser bem mais
simples”

Suas criações tomam forma no segundo andar de uma loja de conveniência de um posto da Lagoa, no Rio. É de lá que saem cerca de 70kg de pão por dia, que podem ser encomendados no site do S.p.A. Pane e recebidos em casa.

A sensação de amar o que faz e viver todos os dias com leveza e sabor de férias é o que faz tudo valer a pena. “O dia que eu perder esse sentimento, é sinal que chegou a hora de ajustar os ponteiros e recomeçar de novo”.

Voltar ao topo